Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Notícias do Metro do Porto

BARRAQUEIRO VENCE SUBCONCESSÃO DO METRO DO PORTO

18 Outubro 2017

BARRAQUEIRO VENCE SUBCONCESSÃO DO METRO DO PORTO

Untitled 1 1 980 2500

MELHOR PROPOSTA GARANTE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO 2018-25 POR 204 MILHÕES

O Conselho de Administração da Metro do Porto, SA recebeu hoje, dia 18 de Outubro, o relatório preliminar do Júri, liderado pela UTAP – Unidade Técnica de Acompanhamento de Projetos -, do concurso público para a subconcessão da operação e manutenção da rede para o período 2018-2025.

Tendo aguardado este relatório ao longo dos últimos dias e de acordo com o teor do mesmo, o Conselho de Administração da Metro do Porto está agora em condições de anunciar que o vencedor do concurso é a Barraqueiro SGPS, uma vez que apresentou a proposta com o mais baixo valor (e este, recorde-se, foi o único critério de seleção entre os diversos concorrentes). O preço da proposta da Barraqueiro SGPS é de 204.339.874,99 € (204,3 milhões de euros). Valor substancialmente inferior (-7,5%) ao preço de referência fixado para o concurso, que era de 221 milhões de euros (221.212.822,89 €).

As propostas de preço apresentadas por cada um dos concorrentes foram as seguintes:

Barraqueiro, SGPS

204.339 m€

MEAS/Manvia/MEEE/ME SGPS/MGC

204.636 m€

Corporacion Española de Transportes

206.387 m€

Transdev Mobilidade, SA

212.175 m€

DST – Domingos Silva Teixeira, SA

-

Neopul, SA

-

A DST, SA e a Neopul, SA, embora tenham formalmente concorrido, apresentaram declarações de não apresentação de proposta.
Jorge Moreno Delgado, Presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto, considera que “o concurso decorreu de uma forma absolutamente transparente e foi muito competitivo. O número de concorrentes envolvidos demonstra que o mercado estava muito motivado para vir apresentar propostas de qualidade, que a concorrência funcionou e que o interesse público sai objetivamente defendido. Por outro lado, com o caderno de encargos que preparámos, a elevada qualidade de serviço e o excelente desempenho do Metro do Porto saem reforçados”.

Cumprida esta fase, podem agora seguir-se as seguintes etapas processuais previstas, esperando-se que antes do final deste ano possa ser celebrado o contrato de subconcessão entre a Metro do Porto e a Barraqueiro SGPS, que será depois submetido ao Tribunal de Contas para obtenção de visto prévio. A nova subconcessão terá arranque efetivo no dia 1 de Abril de 2018.

Este concurso decorre nos termos legais e de acordo com as bases da concessão do Estado português à Metro do Porto. Realizado em regime de parceria público-privada, o procedimento compreende toda a operação regular do Metro – área onde se incluí segurança e apoio aos clientes -, bem com as grandes revisões da frota de material circulante, as grandes manutenções de sistemas técnicos e do sistema de bilhética entre Abril de 2018 e Março de 2025.

A rede do Metro do Porto é composta por seis linhas e 82 estações, servindo sete concelhos da Área Metropolitana do Porto e movimentando perto de 60 milhões de clientes por ano.