Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Notícias do Metro do Porto

Concursos para as novas linhas do Metro

10 Abril 2019

Concursos para as novas linhas do Metro

Novaslinhas 1 980 2500

A Metro do Porto acaba de lançar os concursos para as empreitadas de construção da nova Linha Rosa (G) e para o prolongamento da Linha Amarela (D). As obras de ambas as extensões deverão iniciar-se no início de 2020, para virem a ficar concluídas até 2023. Trata-se de um investimento global de aproximadamente 307 milhões de euros que vem acrescentar 6 quilómetros e 7 novas estações à rede de Metro, estimando que atraia mais de 10 milhões de clientes por ano.

O concursos públicos internacionais para as novas linhas do Metro foram lançados numa cerimónia que contou com a participação do Primeiro-ministro António Costa, de diversos membros do Governo e dos presidentes de câmara do Porto e de Vila Nova de Gaia. Em sessões públicas nas estações do Campo 24 de Agosto e de Santo Ovídio, cumpriram-se os formalismos de lançamento oficial dos concursos. Igualmente presentes estiveram os dois responsáveis pelos projetos das estações da Linha Rosa, Eduardo Souto de Moura e Álvaro Siza Vieira, os dois mais reputados arquitetos portugueses e prémios Pritzker.

A Linha Rosa, recorde-se, terá uma extensão de superior a 2,5 quilómetros e quatro estações subterrâneas, vai assegurar a ligação entre S. Bento, Cordoaria/Hospital de S. António, Galiza/Centro Materno-Infantil e Casa da Música/Rotunda da Boavista. Para além do Hospital de Santo António, a nova linha servirá também o Centro Materno Infantil e o Instituto Abel Salazar, bem como, a menos de 10 minutos a pé, as Faculdades de Letras, de Arquitetura e de Ciências. No caso da Linha Amarela, o projeto compreende a ligação de Santo Ovídio a Vila d’Este, servindo a zona do Monte da Virgem/RTP e o Hospital de Gaia, numa extensão de 3,2 quilómetros e incluindo três novas estações.

Os concursos agora lançados preveem uma fase de pré-qualificação dos concorrentes, que tem a duração de 60 dias. Após apresentarem toda a documentação exigida e fazerem prova da sua aptidão para a se habilitarem a uma empreitada desta dimensão, os candidatos aprovados serão convidados a apresentar as suas propostas nos 90 dias seguintes.