Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Notícias do Metro do Porto

METRO DO PORTO CRESCE 3,4% EM 2018 E VOLTA A BATER RECORDES

16 Janeiro 2019

METRO DO PORTO CRESCE 3,4% EM 2018 E VOLTA A BATER RECORDES

Untitled 1 1 980 2500

O Metro do Porto encerrou o ano de 2018 com um total de 62,6 milhões clientes transportados, valor que representa um novo máximo histórico e um crescimento de 2 milhões e de 3,4 por cento face ao ano anterior. Estes resultados colocam a procura global do Metro acima dos 60 milhões pelo segundo ano consecutivo, sendo que, desde 2016, o sistema conquistou 5 milhões de novos clientes. Os atuais indicadores colocam o desempenho do Metro do Porto solidamente acima do que foi previsto nos estudos iniciais de procura (e que apontavam para uma velocidade de cruzeiro com 60 milhões de utilizadores).

Mais de 62 milhões e 647 mil pessoas utilizaram o Metro durante 2018, superando em mais de 2 milhões o valor de 2017 (60,6). O melhor mês foi Outubro, com mais de 6,1 milhões de clientes, sendo que o registou menor afluência foi Agosto, com 4,3 milhões. Em média anual, a procura em dia útil situou-se perto dos 207 mil. O aumento do número de clientes na rede do Metro tem sido uma constante deste o início da sua exploração comercial, em 2003. À exceção de 2012, todos os exercícios registaram ganhos de procura face aos anteriores, numa tendência de conquista de mercado que se acentuou nos últimos três anos: no conjunto de 2016, 17 e 18 o Metro cresceu quase 5 milhões de clientes, passando de 57,7 para os mais recentes 62,6 milhões.

As linhas com maior procura em 2018 não diferem muito do que tem sido habitual. O tronco comum Senhora da Hora – Estádio do Dragão contabilizou mais de 33 milhões de clientes (53 por cento do total), seguido da Linha Amarela com quase 19 milhões (30 por cento da procura global). As linhas Azul (3,2 milhões), Laranja (1,5 milhões), Verde (2,2 milhões), Vermelha (2,6 milhões) e Violeta (1 milhão) têm cotas que oscilam entre os 5 e os 2 por cento do total. A Linha Vermelha, que liga o Porto à Póvoa de Varzim e que conta, desde Julho de 2017, com a Estação VC Fashion Outlet – Modivas, cresceu mais de 8 por cento em 2018. Aquela estação, a mais recente na rede do Metro, movimentou ao longo do ano passado mais de 400 mil clientes. Pelo contrário, a Linha com um crescimento menos expressivo foi a Laranja, com uma variação de 1,5 por cento.

O desempenho da rede do Metro é bastante flexível, existindo alterações significativas consoante o motivo das deslocações seja trabalho, estudo ou lazer, como demonstra a comparação feita entre a procura em dias úteis e a procura aos fins-de-semana. A Estação da Trindade (a única servida por todas as linhas) destaca-se sempre, sendo sistematicamente a que acolhe maior número de clientes (12 milhões/ano). De resto, verifica-se que em dias da semana o ranking é composto por Casa da Música, S. Bento, Campanhã, Bolhão e Campo 24 de Agosto. Aos sábados, domingos e feriados é S. Bento quem surge a seguir à Trindade, vindo depois Casa da Música, Bolhão, Campanhã e Sete Bicas. Ao fim-de-semana, a Estação Estádio do Dragão integra por norma o TOP 10 da procura.

Recorde-se que o Metro do Porto tem atualmente em curso dois projetos de expansão da rede, que passam pela construção entre 2020 e 2023 da nova Linha Rosa (ligando a Casa da Música a S. Bento) e pelo prolongamento da Linha Amarela. Ao todo, trata-se de disponibilizar mais 6 quilómetros e 7 novas estações, a partir do reforço da frota de material circulante com 18 novas composições.