Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Routes of Metro do Porto

Santa Bárbara abençoa a Linha Rosa

17 Maio 2021

Santa Bárbara abençoa a Linha Rosa

Bencao santa barbara 1 980 2500

As obras para a criação da futura Linha Rosa do Metro do Porto iniciaram-se no final de do mês de Março e vão, progressivamente, seguindo o seu curso. Como já vem sendo tradição em situações semelhantes, foi celebrada uma missa com o intuito de abençoar o desenvolvimento dos trabalhos, bem como o desempenho dos mineiros que neles se encontram envolvidos. A cerimónia de bênção de Santa Bárbara decorreu na histórica Igreja de Santo António dos Congregados, em plena Baixa portuense.


Uma imagem de Santa Bárbara, a padroeira dos mineiros, que agora vai ser colocada na entrada do emboquilhamento do ramal – 1 do túnel que vai ligar S. Bento e a Praça da Liberdade à Rotunda da Boavista e à Casa da Música. “A Santa Bárbara é invocada por todas as profissões de algum risco, sobretudo aquelas que implicam trabalhar debaixo da terra. Que ela abençoe estes trabalhos e que eles decorram da melhor forma”, comentou o padre José Magalhães durante a cerimónia.


Na igreja estiveram alguns dos responsáveis pelas obras em realização e todos eles manifestaram a sua satisfação pela iniciativa. Foi o caso, por exemplo, de Nuno Roque, funcionário da ACA e que tem sob a sua alçada a extensão do túnel desde a Casa da Música até à rua Miguel Bombarda: “É sempre importante para uma obra ter este tipo de eventos. Sobretudo para quem é crente, tem uma grande importância e o facto de se celebrar no dia 13 de Maio dá-lhe uma relevância acrescida”.


Opinião idêntica manifestou Francisco San Juan Benítez, chefe de produção de túneis, que confessou ser um devoto de Santa Bárbara: “Sou uma pessoa religiosa e levo sempre para os meus túneis a imagem de Santa Bárbara. Trata-se de algo muito importante para mim e de certeza que marca um bom início da obra”.


Alejandro Blanch Rodrigo é também responsável de produção e conta com 15 anos de trabalho em obras subterrâneas em todo o mundo. A vasta experiência que possui nesta área não é, contudo, impeditiva de uma constante demonstração de fé inabalável na padroeira dos mineiros. “Levamos Santa Bárbara sempre connosco. Em todos os sítios para onde vamos, colocamo-la para que nos acompanhe e nos ajude no nosso trabalho, que nem sempre é fácil”.


Já Gilberto Teixeira, um luso-venezuelano chegado a Portugal há apenas dois anos, tem a cargo a execução da estação do Hospital de Santo António. Durante 11 anos trabalhou no metro de Caracas e confessou que este tipo de celebrações lhe são familiares. “Fez-me lembrar a minha experiência na Venezuela porque lá também temos este tipo de actos. As pessoas são muito religiosas e, por isso, nas escavações mineiras existem igualmente imagens da Santa Bárbara”.


Por fim, João Gaspar, diretor da obra com o troço entre a estação da Praça da Liberdade e Miguel Bombarda, destacou o valor assumido pela vertente religiosa, referindo “ter uma importância fundamental e tradicional em todas as obras mineiras”. João Gaspar acrescentou ainda que “tanto os responsáveis pela empreitada como os trabalhadores têm o culto pela imagem desta santa”.

A Linha Rosa irá ligar a Praça da Liberdade à Casa da Música, servindo o Hospital de Santo António, o Super Bock Arena (Pavilhão Rosa Mota), o Centro de Maternidade Infantil, a Praça da Galiza e as faculdades localizadas no polo do Campo Alegre. Trata-se, portanto, de uma obra de grande envergadura e interesse público que deverá ficar completa em 2023, implicando um investimento total de 189 milhões de euros. As verbas disponibilizadas para esta construção são provenientes dos fundos europeus contemplados pelo Plano de Recuperação e Resiliência, definido pelo Governo.