Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Routes of Metro do Porto

Nova linha do Metro do Porto já tem projectista

21 Setembro 2021

Nova linha do Metro do Porto já tem projectista

Linha cm sto ovidio 660x260 1 980 2500

Ayesa/Quadrante ganham concurso público para desenhar a ligação Casa da Música – Santo Ovídio

O consórcio formado pela Ayesa, Engenharia e Arquitectura e pela Quadrante, Engenharia e Consultoria é o projectista contratado para a futura linha de Metro Casa da Música – Santo Ovídio, que será executada entre 2023 e 2025. A proposta deste consórcio hispano-português foi a vencedora do Concurso Público internacional lançado a 26 de Abril deste ano. O valor global do contrato hoje formalizado pela Metro do Porto, SA é de 2.879.947 euros, tendo um prazo de execução de um ano.

A equipa da Ayesa/Quadrante, avança desde já para a concepção da nova ligação entre o Porto e Vila Nova de Gaia, um investimento total de 299 milhões de euros da Metro do Porto que integra o Plano de Recuperação e Resiliência. Nos próximos meses, o consórcio deverá apresentar o Estudo Prévio desta empreitada, de modo a que o concurso público para a construção seja lançado ainda em 2022.

Com uma extensão de seis quilómetros, a nova linha vai ter sete estações: Casa da Música, Campo Alegre, Arrábida, Candal, Rotunda VL8, Devesas e Soares dos Reis. Do seu traçado fará parte uma nova ponte sobre o rio Douro. Esta travessia exclusivamente destinada ao Metro, a peões e a meios de mobilidade ligeira é objecto de um concurso de concepção autónomo, cujas 27 propostas apresentadas se encontram actualmente em fase final de análise pelo júri.

A também conhecida por segunda linha de Gaia vai criar uma ligação e um rebatimento directos com os serviços da CP na Estação de comboios das Devesas, dando origem a um novo interface modal em Gaia, para além de assegurar o serviço de Metro a uma das zonas mais populosas da Área Metropolitana do Porto. Entre outras vantagens, trata-se igualmente de um investimento que aliviará a pressão sobre a Linha Amarela (Hospital de São João/Santo Ovídio).

Este é um investimento do Metro do Porto que conta com o aval do Ministério do Ambiente e da Ação Climática, sendo uma das principais obras que o governo português incluiu no PRR - Programa de Recuperação e Resiliência, financiado pela União Europeia. O contrato de financiamento relativo à globalidade do investimento nesta linha, no montante de 299 milhões de euros, foi na passada semana formalizado entre a Metro do Porto e a estrutura de missão Recuperar Portugal (entidade gestora do PRR).

Traçado Casa da Música - Santo Ovídio