Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Notícias do Metro do Porto

A Casa da Música vai ficar mais perto de São Bento

15 Fevereiro 2017

A Casa da Música vai ficar mais perto de São Bento

Untitled 1 1 980 2500

A Linha Rosa (G), que vai ligar directamente a Casa da Música a São Bento, levando o Metro ao Hospital de Santo António e mais duas faculdades
A nova linha, apresentada no passado dia 7 de Fevereiro, vem estabelecer a ligação directa e, portanto, mais rápida entre dois importantes pontos da cidade do Porto: Casa da Música e São Bento. O projecto, apresentado publicamente pelo Metro do Porto, contempla a passagem desta linha na Praça da Galiza e pelo Hospital de Santo António, duas zonas chave da cidade, até então desprovidas de acesso ao metropolitano. No total, a linha Rosa terá uma extensão de 2,45 quilómetros.

O novo percurso, aprovado no âmbito da segunda fase de expansão da rede de Metro do Porto, apresenta uma taxa de cobertura plena de zonas com alta densidade populacional, garantindo uma maior acessibilidade ao pólo universitário do Campo Alegre, a poucos metros de distância da Praça da Galiza, e também ao Hospital de Santo António e ao Centro Materno Infantil do Norte. Espera-se que, na sua globalidade, a Linha Rosa (G) beneficie aproximadamente mais de 33 mil pessoas que, em dias úteis, vão realizar o percurso abrangido pela nova ligação. A sétima linha do Metro virá somar mais de 10 milhões clientes/ano ao conjunto da rede.

As obras para execução da nova linha terão início em 2019, estando a sua conclusão estimada para 2021. Prevê-se que o custo total da intervenção se fixe em 181 milhões de euros, valor enquadrado no orçamento disponibilizado pelo Governo à Metro do Porto para realização desta nova fase de expansão. A construção da Linha Rosa não inviabiliza (antes pode ser considerada um primeiro troço) um futuro prolongamento ao Campo Alegre e à Foz, investimento que, nesta fase, excedia a dotação orçamental disponível.

Na sequência de diversos estudos realizados pelo Centro de Investigação do Território, Transportes e Ambiente da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, a decisão da Administração da Metro do Porto, anunciada no passado sai 7 de Fevereiro, recaiu sobre a ligação entre a Casa da Música e São Bento por esta se revelar opção viável mais rentável, a par da extensão da Linha Amarela (D), em Gaia.

Conheça aqui a nova linha