Passar para o Conteúdo Principal
Português|English
a vida de movimento

Routes of Metro do Porto

27 candidatos a desenhar a nova ponte do Metro

20 Julho 2021

27 candidatos a desenhar a nova ponte do Metro

1610810223561 1 980 2500

Vêm de todos os cantos do mundo os ateliers e empresas de engenharia e arquitectura candidatos a projectar a nova ponte sobre o Rio Douro. Terminado o prazo do Concurso Público Internacional para a Concepção da nova ponte, a Metro do Porto recebeu 27 propostas para o desenho desta infra-estrutura que representa um investimento na ordem dos 50 milhões de euros e que permitirá a ligação Casa da Música – Santo Ovídio e o atravessamento do rio pela segunda linha de Gaia.

O Concurso Público para a sétima ponte sobre o Douro (entre os dois maiores concelhos da Área Metropolitana do Porto) suscitou o entusiasmo de muitos dos maiores projectistas nacionais e internacionais de pontes. A futura travessia, que será executada entre 2023 e 2025, em simultâneo com a nova linha, e vai ligar o Campo Alegre, no Porto, ao Candal, em Gaia, vai situar-se a cerca de 500 metros a nascente da Ponte da Arrábida. Sendo parte fulcral da nova linha de Metro que servirá também a Estação das Devesas e impulsionando um interface modal com os comboios, a nova ponte (tal como a linha) está inscrita no PRR (Plano de Recuperação e Resiliência) e têm que estar concluídas até 31 de Dezembro de 2025.

O júri deste concurso lançado em Março deste ano, recorde-se, é composto por Inês Lobo e Alexandre Alves Costa (ambos em representação da Ordem dos Arquitectos), Rui Calçada e Júlio Appleton (indicados pela Ordem dos Engenheiros), Amândio Dias (da Direcção Regional de Cultura do Norte), Eduardo Souto de Moura (em nome da Câmara Municipal do Porto), Serafim Silva Martins (pela Câmara de Vila Nova de Gaia), e Lúcia Leão Lourenço, que preside, Joana Barros, Victor Silva e Miguel Osório de Castro (os quatro representando a Metro do Porto). De seguida, este júri irá verificar e validar as propostas aceites a concurso, seleccionando as três candidaturas mais valorizadas. Destas e até ao final do ano, após uma apreciação técnica, estética e económica das respectivas propostas, sairá o projecto vencedor para o desenho da nova ponte sobre o Rio Douro.